Ir para o conteúdo

Princípios da filosofia LEAN

3 min. de leitura

Avatar de Rafael Bellotti

Rafael Bellotti Autor


Imagem Freepik

Lean é uma filosofia de gestão baseada em práticas e resultados do Sistema Toyota de Produção, que surgiu a partir do desafio que Kiichiro Toyoda, empreendedor e filho do fundador da Toyota, lançou para competir com empresas americanas. O foco desse modelo de gestão é eliminar desperdícios e resolver problemas de forma sistemática.

Na década de 1980, ao estudar o Sistema Toyota de Produção, John Krafcik, do MIT, escreveu um artigo e usou pela primeira vez o termo “Lean“. Ele chamou o sistema de Lean (enxuto) pela redução de quantidade, custos e tempo. Mais tarde, o termo Lean foi popularizado através do livro “A máquina que mudou o mundo” de James P. Womack.

O pensamento Lean vem sendo utilizado por empresas de diferentes segmentos de negócio e também por frameworks ágeis como SCRUM © e SAFe ©.

A filosofia Lean tem 5 princípios. A seguir vamos ver cada um deles.

1. Valor

O valor é definido pelo cliente, assim temos que identificar o valor a ser entregue a partir do seu ponto de vista. Para isso precisamos de uma profunda compreensão dos seus problemas e necessidades.

2. Fluxo de Valor

É composto por todas as tarefas e atividades para produzir um produto, desde o conceito até a entrega para o cliente. Pode ser visto como um processo de ponta a ponta, o qual deve garantir a entrega de valor o mais rapidamente possível.

3. Fluxo

Significa ter um fluxo com o mínimo de interrupções e estoque de atividades, buscando eliminar desperdícios, excesso de trabalho em progresso (WIP) e esperas. Um fluxo otimizado reduz o tempo de entrega.

4. Sistema de produção puxado

É fazer o que é necessário quando necessário, reduzindo ao máximo o estoque. Os artefatos vão sendo produzidos conforme o processo seguinte exija. Por exemplo, não é uma boa prática gerar um estoque de histórias de usuário muito maior que a capacidade de horas do time de desenvolvimento, sob o risco de ficarem desatualizadas ou ter mudança de prioridade.

5. Perfeição

Consiste na busca pela melhoria contínua de processos, pessoas, serviços e produtos, com o objetivo de agregar valor para o cliente.

Os princípios do manifesto ágil estão alinhados com a filosofia Lean, como por exemplo, com o primeiro princípio em que a prioridade é satisfazer o cliente por meio de uma entrega contínua e adiantada de software com valor agregado.

Com foco de entregar valor para o negócio, no Ciclo de Vida do Produto da Engenharia de Software CWI, a primeira etapa é o Discovery, onde buscamos o entendimento do problema ou oportunidade a ser explorada do cliente e aprofundamento no contexto do desafio, com o objetivo de definir a proposta de valor para solução a ser implementada.

Com relação ao fluxo de valor, é essencial ter uma visão abrangendo desde concepção até a entrega do software, e um fluxo otimizado com ciclo de pequenos lotes, com abordagem iterativa e incremental, menos tarefas em progresso, redução de filas e um sistema puxado.

E finalizando, a melhoria contínua consiste no mindset da busca de fazer certo na primeira vez e ter um ambiente de aprendizado, que podem ser atingidos realizando diferentes práticas, como escutar quem está executando o trabalho, realizar cerimônias de retrospectiva, fazer entregas curtas para já ter o feedback do cliente, efetuar builds diários e testes de integração frequentes, entre outras. Esse ambiente propicia crescimento das pessoas, evolução dos processos, aumento da performance do time e entregas cada vez melhores.


Referências: